O “Santuário do Pai das Misericórdias”

Padre Márcio do Prado

No Vale do Paraíba, São Paulo, temos o Santuário Nacional de Aparecida, a terra natal do primeiro santo brasileiro, Frei Galvão, em Guaratinguetá, e agora teremos o Santuário do Pai das Misericórdias. Padre Jonas Abib, a comunidade Canção Nova e seus benfeitores com suas doações fizeram este templo ser construído.

14057420488_67e5894960_bb

O Santuário do Pai das Misericórdias tem esse nome porque a inspiração do Monsenhor Jonas Abib, fundador da Comunidade Canção Nova, é de levar as pessoas a um encontro pessoal com Jesus Cristo, a misericórdia encarnada do Pai. O grande mosaico que reveste todo o altar da igreja representa a passagem bíblica de Lucas 15, onde o pai acolhe o filho que havia saído de casa.

Essa passagem retrata principalmente a atitude do próprio Deus como Pai que acolhe e deseja que seus filhos voltem; filhos viciados em drogas, na prostituição, filhos enfermos. A Misericórdia do Pai é para todos.

Padre Jonas profetizou que muitos viriam para esse santuário com as mais variadas situações e problemas: “estamos no limiar de um tempo novo, Deus quer que toda a Canção Nova seja um grande Santuário da Divina Misericórdia, lugar onde as pessoas possam, com confiança, trazer todas as suas misérias e aqui serem atendidas. A Divina Misericórdia quer atingir a todos, sem distinção”.

Misericórdia Paterna para aqueles que passam por doenças gravíssimas, que são assassinadas, que são prejudicadas. Infelizmente as marcas da morte, o abalo emocional por causa de uma doença leva tempo, a pessoa precisa ter muita paciência e fé para superar as perdas. A comunidade  Canção Nova, que administrará o Santuário do Pai das Misericórdias, já contempla, já proporciona esse consolo para fiéis que participam dos seus encontros no Brasil e no mundo. Hoje a boa notícia é essa: Deus Pai é misericórdia.

Pai das misericóridasb

Operários e até peregrinos que já visitaram o Santuário durante sua construção relatam a impressão ao se entrar no Santuário e se deparar com a imagem do Pai que acolhe o filho que voltou: sentem-se também abraçados. Quem de nós um dia não precisou de um abraço? Quem nunca errou? Quem nunca recomeçou? Quem nunca precisou acreditar, perdoar, dar uma nova chance?

De fato, a arquitetura da igreja já proporciona essa acolhida, um abraço acolhedor do Pai. E somos todos convidados, a partir do dia 5 de dezembro de 2014 – quando ocorrerá a dedicação do Santuário do Pai das Misericórdias, a receber o abraço acolhedor do Pai. A Igreja no Brasil ganha mais este presente: um santuário dedicado ao Pai das Misericórdias. Uma resposta para o Vale do Paraíba, para o Estado de São Paulo, para o Brasil e porque não dizer para o mundo, pois é esta a direção que o Pai quer dar aos filhos, seja qual for o credo ou mesmo que não creiam: Sejam misericordiosos.

*Padre Márcio do Prado, natural de São José dos Campos (SP), é sacerdote da Comunidade Canção Nova e Reitor do Santuário do Pai das Misericórdias. Ordenado em 20 de dezembro de 2009, cursou Filosofia no Instituto Canção Nova, em Cachoeira Paulista/SP e Teologia no Instituto Mater Dei, em Palmas (TO).
Twitter: @padremarciocn

 

Anúncios

Sobre ralk

Sou evangelizador, trabalho na Diocese de Blumenau nos setores de Comunicação e Ecumenismo.
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s