Magia de Natal em Blumenau – “A glória do Senhor os envolveu em luz”

“Um anjo do Senhor apareceu aos pastores: a glória do Senhor os envolveu em luz” (Lc 2,9).

Um dos elementos celebrativos do tempo de Advento e Natal que mais se evidenciam são as luzes. Vi uma reportagem de uma família da Itoupava Norte, aqui, em Blumenau, que iluminou toda a sua casa com luzes, em cores e figuras natalinas diversificadas. Duzentos e cinquenta mil luzes brilham naquela casa a partir de cada anoitecer.  A cidade de Blumenau inteira se ilumina com a chegada de Advento, Natal e fim de ano.

Sem dúvida, o incentivo deste maravilhoso projeto municipal Magia de Natal motiva, inspira, ainda mais a usufruirmos das técnicas de iluminação que vão surgindo, neste tempos de surpreendentes avanços tecnológicos em todos os campos da convivência humana.

Ficamos, de certa forma, compadecidos com nossos irmãos e irmãs que não tem a visão. Diz-se que quando há deficiência de um órgão no corpo humano, os outros aguçam sua atividade tentando suprir aquela carência.

Vemos, no entanto, na narrativa do nascimento de Jesus também a presença da luz. Um anjo do Senhor apareceu aos pastores e os envolveu em luz – conta o evangelista Lucas.

O livro de Êxodo, em seu capítulo 14 narra que quando o povo de Deus caminhava pelo deserto, à sua frente, viam uma nuvem luminosa, na qual a presença de Deus os acompanhava e os guiava. E, como proteção, esta nuvem escurecia quando os inimigos egípcios se aproximavam.

O evangelho de Mateus, em seu capítulo 17 expõe a passagem da transfiguração de Jesus no Monte Tabor, quando o seu rosto brilhou como o sol e as suas vestes ficaram brancas como a luz.

Meus amigos, podemos nos perguntar porque a bíblia usa tanto essa analogia da luz? E porque o anúncio do nascimento de Jesus foi marcado por intensa luminosidade em plena noite? Não haveria uma ligação entre as luzes do Natal e a revelação de Deus?  Até mesmo cidades e povos com minoria cristã fazem questão de ostentar suas belas luzes neste tempo abençoado e cheio da graça de Deus.  Não mostram com isso que a busca de Deus é inerente a toda pessoa, até mesmo aos não cristãos, quem sabe até aos que se dizem ateus?

Mas quero ressaltar um significado muito particular da luz na Sagrada Escritura. Encontramo-la na primeira Carta de João, capítulo 1º, versículo 7: “ Mas se caminhamos na luz, como Deus está na luz, estamos em comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus, o Filho de Deus, nos purifica de todo pecado”.

Caminhar na luz significa estar em comunhão uns com os outros. Mais do que um espaço de tempo, comidas e bebidas, mais do que folga e feriado, a grande mensagem do Natal é a mensagem da comunhão, do amor, da reconciliação, da fraternidade, da solidariedade. E é interessante o que acentua ainda o apóstolo e evangelista João: na luz da comunhão, isto é, da unidade, do diálogo, da paz, nessa luz, atua poderosamente o sangue redentor do Senhor, purificando-nos de todo pecado. Não só do pecado individual, pessoal, então, ele nos liberta. Também dos pecados sociais da fome, miséria, droga,  corrupção, ódio, guerra, da lamentável desagregação da família, etc…

Admirando tantas e tão belas luzes neste tempo natalino, como faz bem a gente sonhar que, com a nossa fé vivida, praticada, um dia o mundo todo será iluminado pela luz do amor, pela luz de Deus. E diz o poeta que se a gente ´pçsonha sozinho, é apenas sonho; mas à medida que sonhamos juntos, a realidade começou a acontecer.

Oramos com fé ao Senhor: Querido Deus e Pai, vós que sois luz, quiseste, por meio de Maria, enviar teu filho ao mundo para trazer-nos a tua luz. Dá-nos que iluminemos nossa vida, a vida de nossa família, de nosso trabalho, estudo, doenças, perda de entes queridos, momentos de alegria e festa também, com a tua luz. Da tua luz que os cegos também reconhecem, vêem. E com a nossa colaboração, no tempo mais breve possível, em nossas casas, cidades, países, em todo o universo, brilhe a luz do teu amor que purifica, liberta, salva. Amém!

Pe. Raul Kestring

 

Anúncios

Sobre ralk

Sou evangelizador, trabalho na Diocese de Blumenau nos setores de Comunicação e Ecumenismo.
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s