Dura a dor da separação! Maior, porém, é o amor de Deus!

Pelo Facebook, recebi o dolorido, mas belíssimo testemunho de superação pela graça de Deus. Transcrevo-o aqui:

Olá Pe Raul Kestring, perdi uma filha em um acidente de bicicleta dia 05/04/92; o medico disse que não acusou nada no raio x e ficaria apenas em observação, dia 6/04 segunda a levaria.  Cheguei lá  ela estava amarrada e sonolenta. Fui falar com medico e ele me disse: “não te preocupes, mãe, vou colocar um remédio no soro e ela vai ficar legal. Terça pode vir busca-la.”

Mas coração de mãe não se engana, queria leva-la para Blumenau, bater uma tomografia. No Santo Anjo, aqui, na época, não tinha. Hoje é o Pequeno Anjo. Implorei para que meu esposo a levasse naquela hora, mas ele me disse que na terça bem cedo o faria.

Quando veio terça, 07/04, eu o encontrei já vindo de volta do hospital chorando porque a menina estava na UTI do Marieta com derrame cerebral.

O mundo caiu sobre mim, odiei tudo e todos; e Deus, para mim, naquela hora, era o grande culpado. A dor era maior do que a razão e a fé era pouca naquela época.

Mme despedi dela dia 8/4, quarta-feira, e quinta, dia 9/04, minha filha faleceu às 9 horas. O sepultamento ocorreu no dia 10/04, dia do seu aniversario. Faria 11 anos.

Ddepois de 3 anos é que voltei a viver. Meu esposo foi um anjo, me entendeu na hora que mais precisei. Cuidava da menor, de 4 anos e meio.

Comecei indo na Renovação Carismática. O Tião, hoje ministro no Santuário, e futuro diácono, foi um outro anjo amigo, enviado por Deus.

Consegui me erguer, e entendi que Jesus estava comigo o tempo todo. Esperou com paciência, a hora certa de agir e foi quando eu li a passagem de Lazaro, na qual Jesus chorou pelo amigo Lazaro. Jesus ter chorado me tocou profundamente. E lembrei de Maria e seu sofrimento a caminho do calvário, presenciando o sofrimento de seu filho….

Hoje posso dizer que sou feliz,creio, amo Jesus Eucarístico. Sou devota de Nossa Senhora, e aprendi com a dor que Jesus nos  ama misericordiosamente a cada um. E a saudade, hoje, da minha filha é saudável, e não me maltrata.

Por isso você, mãe, que já passou pela perda, confie em Deus, ele entende o sofrimento e age na hora certa. Não nos abandona, jamais, e lembre: o inimigo  quer sempre nos deixar uma culpa, para nos afastar de Deus….um abraço!.

Anúncios

Sobre ralk

Sou evangelizador, trabalho na Diocese de Blumenau nos setores de Comunicação e Ecumenismo.
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s