Cmunidade Eclesial São Pedro, bairro Velha, Blumenau – pioneiros e continuadores

As famílias e lideranças da Comunidade Eclesial São Pedro, Bairro da Velha Central, conservam com carinho e cuidados um precioso livro de atas. Estão nele registradas reuniões de diretorias, desde o dia 09 de agosto de 1987 até o ano de 2002.

Na primeira reunião anotada, assinada pelo então secretário José de Oliveira, tratou-se da “posse da nova diretoria da Capela São Pedro”. Os participantes daquela reunião, ocorrida no mesmo dia 09 de agosto de 1987, anotam os seguintes integrantes da diretoria com seus respectivos cargos: presidente: Valentin Agostinho; vice-presidente: Eugenio Senna; 1o. secretário: José de Oliveira; 2o. secretário: Jacinto Oechsler; 1o. tesoureiro: Lindolfo Pereira; 2o. tesoureiro: Lino Pereira; 1o. conselheiro fiscal: José Montibeller; 2o. conselheiro fiscal: Wibaldo Mafra.

A “regularização do centésimo” e o direito da Comunidade da Velha Grande no Cemitério da Velha Central” foram os outros assuntos em pauta conforme a ata daquela reunião. Entre as assinaturas desta primeira ata registrada no importante livro consta a do pároco: Pe. Valdir Muller.

Estas anotações fazem concluir que, nessa época, a “Capela São Pedro”, como já é denominada, tinha caminhada precedente, que poderá ser objeto de pesquisa sobre datas, pessoas, iniciativas, lideranças, famílias etc., que fizeram esses primeiros passos de fé e de amor à Igreja Católica Apostólica Romana naquele escondido, mas bonito recanto da cidade de Blumenau.

Não é possível aqui enumerar os nomes de tantas pessoas, cujos nomes estão escritos no citado documento histórico. Não há dúvidas de que mereceriam, pela sua dedicação e testemunho de ação eclesial/comunitária. É preciso, porém, dizer o quanto impressiona o historiador ao verificar tantas iniciativas e tanta perseverança no intuito de organizar e dinamizar aquela comunidade de fé. Ora a preocupação se concentra na dignidade do local das celebrações, ora na legalização do respectivo terreno, com melhorias de acomodações para o povo, com o andamento das pastorais, da catequese, dos movimentos e, por, fim, a decisão de construir a nova capela, datada de 08 de outubro de 1993.

Hoje, a planejada igreja encontra-se em situação próxima de ser inaugurada. Espaçosa, bonita, deixando entrar abundante a luz do sol, ela significa a fé católica daquelas famílias. Viva nos corações, esse “tesouro” espiritual (Mt 13,44; Mc 10,21; Lc 18,22; 2Cor 4,7), como se exprimem os Evangelhos, visualizizando-se no belo templo.

A atual geração herdou esta riqueza eterna das gerações anteriores. Agora, cabe-lhe entrega-la, inteira, revigorada, aos seus filhos, netos e pósteros. Pois a pergunta de Jesus a todos nos questiona:”O Filho do Homem, quando vier, será que vai encontrar fé sobre a terá”(Lc 18,8)?

Anúncios

Sobre ralk

Sou evangelizador, trabalho na Diocese de Blumenau nos setores de Comunicação e Ecumenismo.
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s