Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos – Roteiro para a região de Blumenau

Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos
20 a 27 de maio de 2012

Todos seremos transformados pela vitória de nosso Senhor Jesus Cristo (cf. 1Cor 15,51-58)

Celebração de Abertura
Data da Celebração: 16 de maio de 2012
Local: Catedral São Paulo Apóstolo, em Blumenau (Centro)
Horário de início: 19h30

Roteiro:

1. Sinos

2. Prelúdio – Entrada solene dos celebrantes

3. ApresentaçãoPastor Dieter (anuncia, em seguida, o canto)

4. CantoSomos gente da esperança (Campanha da Fraternidade Ecumênica 2000 )
4.1 – Somos gente da esperança – Que caminha rumo ao Pai. – Somos povo da Aliança – Que já sabe aonde vai.
Refrão:
De mãos dadas a caminho – Porque juntos somos mais, – Pra cantar um novo hino – De unidade, amor e paz.
4.2 – Para que o mundo creia, – Na justiça e no amor – Formaremos um só povo, – Num só Deus, um só Pastor.
4.3 – Todo irmão é convidado – Para a festa em comum: – Celebrar a nova vida – Onde todos sejam um.

 5. SaudaçãoPe. Raul: A graça de nosso Senhor Jesus Cristo, o amor do Pai e a comunhão do Espírito Santo estejam com todos vocês!
Todos: E com o teu espírito.

6. IntroduçãoPe. João Bachmann: Escutem, vou dar-lhes a conhecer um mistério. Nós não morreremos todos, mas todos seremos transformados.
Todos: Rendamos graças a Deus, que nos dá a vitória pelo nosso Senhor Jesus Cristo.
Pe. João Bachmann: Deus em Cristo é o vencedor.
Todos: A vitória requer esforço e luta. Á medida que oramos e trabalhamos pela unidade visível da Igreja, nós – e a tradição a que pertencemos – seremos mudados, transformados e moldados à semelhança de Cristo. Os cristãos querem cumprir essa tarefa, sem triunfalismo, em humildade, servindo a Deus e ao próximo, de acordo com o exemplo de Jesus Cristo. Trabalhando pela unidade, essa é a atitude que queremos juntos pedir a Deus.

6. Oração de aberturaPastor Sinodal Breno: Deus todo-poderoso, através de Jesus, nos dizes que aquele que quiser ser o primeiro deve tornar-se o menor e o servo de todos. Viemos à tua presença, sabendo que nossa vitória é conquistada por meio da fragilidade da cruz. Viemos orar para que a tua Igreja seja una. Ensina-nos a aceitar humildemente essa unidade como dom do teu Espírito. Através desse dom, converte-nos e transforma-nos para que sejamos mais semelhantes ao teu filho Jesus Cristo.
Todos: Amém.

7. Prece de arrependimentoPe. Alexandre: Poderoso Deus, apesar da unidade que recebemos em Cristo, persistimos em nossa desunião. Tende piedade de nós.
Todos: (cantado) Kyrie Eleison.
Pe. Alexandre: Endurecemos nossos corações ao ouvir o Evangelho.  Tem piedade de nós.
Todos: (cantado) Christe Eleyson.
Pe. Alexandre: Falhamos na tarefa de servir-te em nossos irmãos e irmãs. Tem piedade de nós.
Todos: (cantado) Kyrie Eleyson)
Pe. Alexandre: A desobediência de Adão e Eva trouxe-nos morte e sofrimento, a criação ficou ferida e derrotada. Tem piedade de nós.
Todos: (cantado) Kyrie Eleyson.

8. A Palavra de Deus
Leituras Bíblicas

 8.1. Habacuc 3,17-19 – Malena

8.2. 1ª Coríntios 15,51-58 – Ricardo

8.3. Canto: Fala, Senhor (CF/2000 Ecumênica)
Refrão: Fala, Senhor, (fala, Senhor)/ palavra de fraternidade!/ Fala, Senhor (fala, Senhor)/ és luz da humanidade.

2.1. Atua Palavra é fonte que corre,/ penetra e não morre, não seca jamais.

2.2. Atua Palavra que a terra alcança/ é luz e esperança que faz caminhar.

8.4.  Evangelho de João 12,23-26  – Pastor Carlos Kracke

9. Canto – Aleluia.

10. Homilia – Pastor Carlos Kracke
10.1 – Credo Apostólico (Versão Ecumênica)
Todos
(Pastor Carlos Kracke inicia): Creio em Deus Pai,/ todo poderoso,/ criador do céu e da terra./ E em Jesus Cristo, seu único Filho, Nosso Senhor,/ que foi concebido pelo poder do Espírito Santo,/ nasceu da virgem Maria,/ padeceu sob Pôncio Pilatos,/ foi crucificado, morto e sepultado./ Desceu à mansão dos mortos. Ressuscitou ao terceiro dia./ Subiu aos céus,/ está sentado à direita de Deus Pai todo poderoso,/ donde há de vir a julgar os vivos e os mortos./ Creio no Espírito Santo,/ na santa Igreja Cristã,/ na comunhão dos santos,/ na remissão dos pecados,/ na ressurreição do corpo e na vida eterna./ Amém.

10.2 – CantoPe. Alexandre motiva – (Durante o canto, faz-se a procissão dos símbolos, que são depositados sobre uma mesa, à frente dos celebrantes – Símbolos: Bíblia, cruz, flores, água, cartaz, pão e peixe)
10.2.1 – Deus enviou seu filho amado – para morrer em meu lugar. – Na cruz pagou por meus pecados, – Mas o sepulcro vazio está porque ele vive.
Refrão:
Porque ele vive, eu posso crer no amanhã – Porque ele vive, temor não há. – Mas eu bem sei que o meu futuro está nas mãos do meu Senhor que vivo está.
10.2.2 – Um dia eu vou cruzar os rios – E verei então um céu de luz – E verei que lá, em plena glória, vitorioso vive e reina o meu Jesus.

11 – Preces pela unidade e transformação
Pe. Raul: Unidos em Cristo que nos dá a vitória, oremos a Deus:
– Pela Igreja, o corpo de Cristo, para que possamos verdadeiramente viver a unidade que recebemos através do Espírito Santo. Deus, que és nossa força.
Todos: Transforma-nos pela tua graça.
Pe. Raul: Pelas lideranças das Igrejas, para que possam ser fiéis à unidade à qual todos os cristãos são chamados. Deus, que és nossa força.
Todos: Transforma-nos pela tua graça.
Pe. Raul: Pelas nações do mundo para que possam viver em paz umas com as outras e promover a justiça para todos. Deus, que és nossa força.
Todos: Transforma-nos pela tua graça.
Pe. Raul: Por todas as pessoas, para que possamos ser bons administradores da terra. Deus que és nossa força.
Todos: Transforma-nos pela tua graça.
Pe. Raul: Pelo povo de nossa sociedade para que possamos ser convertidos para viver como vizinhos solidários uns com os outros. Deus, que és nossa força.
Todos: Transforma-nos pela tua graça.
Pe. Raul: Pelos doentes e sofredores para que possam ser transformados pela tua presença curadora. Deus, que és nossa força.
Todos: Transforma-nos pela tua graça.
Pe. Raul: Por todas as famílias e lares para que suas lutas e alegrias encontrem sua realização no teu amor.  Deus, que és nossa força.
Todos: Transforma-nos pela tua graça.
Pe. Raul: Pelos que estão morrendo, para que possam ser confortados com a tua presença. Deus, que és nossa força.
Todos: Transforma-nos com a tua graça.
Pe. Raul: Senhor, fica no meio de nós e concede-nos unidade e paz.
Todos: Amém.

12. Pai-nosso Ecumênico
Pe. Raul: Quando os discípulos perguntaram a Jesus: “como devemos orar”, ele respondeu: quando vocês orarem usem estas palavras:
 Todos: Pai nosso, / que estás nos céus ,/ santificado seja o teu nome. / Venha o teu Reino, / seja feita a tua vontade, / assim na terra como no céu. / O pão nosso de cada dia dá-nos hoje, / perdoa as nossas ofensas, / assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido. / E não nos deixes cair em tentação, / mas livra-nos do mal, / pois teu é o reino, o poder e a glória para sempre. / Amém.

13. Sinal de paz e partilha
Pastor Dieter: Neste momento, convidamos vocês a se movimentarem, saudando o próximo com um sinal de paz e unidade, e, de dois em dois, a caminharem até a frente do altar, e a depositarem sua oferta que ajudará a causa da unidade. Que a paz do senhor esteja sempre com vocês!
Canto (Pastor Dieter anuncia)
13.1 – Pai de amor aqui estamos – Celebrando a unidade. – Somos teus filhos amados – Nesta mesa da igualdade. – Somos uma só família, – Somos um só coração. – Eis que a graça da partilha – Entre nós faz-se oração.
 Refrão:
 No raiar de um novo tempo – Vida nova então se faz.
A esperança do teu povo – É justiça, amor e paz!
13.2. Ó Jesus, Senhor da vida, – Vem trazer libertação! – Desta gente tão sofrida – Vem mostrar-te um Deus-irmão. – Tua cruz é rumo certo, – Junto a ti vamos seguir, – Pois teu reino está bem perto: – As sementes vão florir!
13.3. Santo Espírito de Amor, – Faz em nós tua morada, – E na luta contra a dor – Guia nossa caminhada! – És a fonte da verdade, – Vem mostrar a direção: – Vida plena, dignidade, – Povo livre, mundo irmão!

14. Conclusão – Oração e compromisso
Pastor Sinodal Breno: Lembramos o que o apóstolo Paulo escreve na Primeira Carta aos Coríntios (1Cor 15,57-58):
Rendamos graças a Deus, que nos dá a vitória por nosso Senhor Jesus Cristo. Assim, meus irmãos bem amados, sede firmes, inabaláveis, fazei sem cessar progressos na obra do Senhor, sabendo que a vossa fadiga não é inútil no Senhor. Louvor ao Senhor, que nos conduz à unidade! Pai, nós dedicamos esta Semana à oração pelo aprofundamento da nossa unidade em Cristo. Ele venceu a morte e nos chamou a uma vida nova no Espírito. E por isso oramos:
Pastor Sinodal Breno: Transformados pelo Cristo Servidor,
Todos: Envia-nos, e juntos iremos!
Pastor Sinodal Breno: Transformados na paciente espera pelo Senhor,
Todos: Envia-nos, e juntos iremos!
Pastor Sinodal Breno: Transformados pelo Servo Sofredor,
Todos: Envia-nos, e juntos iremos!
Pastor Sinodal Breno: Transformados pela vitória do Senhor sobre o mal,
Todos: Envia-nos, e juntos iremos!
Pastor Sinodal Breno: Transformados pela paz do Senhor Ressuscitado,
Todos: Envia-nos, e juntos iremos!
Pastor Sinodal Breno: Transformados pelo amor persistente de Deus,
Todos: Envia-nos, e juntos iremos!
Pastor Sinodal Breno : Transformados pelo Bom Pastor,
Todos: Envia-nos, e juntos iremos!
Pastor Sinodal Breno: Unidos no Reino de Cristo,
Todos: Envia-nos, e juntos iremos!

15. Bênção e envio
Pe. João Bachmann: O Senhor esteja covosco.
Todos: E com teu espírito.
Pastor Sinodal Breno: (todos os celebrantes impõem a mão direita) – O Senhor te abençoe e te guarde! O Senhor faça resplandecer sobre ti seu olhar e te conceda a graça! O Senhor volte para ti o seu olhar e te dê a paz! (Nm 6,24-26)
Todos: Amém.
Pastor Carlos: Vamos em frente na paz de Cristo!
Todos: Damos graças a Deus!

16. Canto final: Amanhecer (da Campanha da Fraternidade do ano 2000)

1. Vibra uma canção
De esperança e alegria.
Surge no horizonte
O raiar de um novo dia.
Refrão:
Canta, dança, entra na festa,
Sente a alegria de viver.
Olha o céu sorrindo,
Vê a beleza deste renascer.
Canta, dança nesta ciranda,
Sonha de novo sem temer.
Vai à cidade,
Leva a notícia deste amanhecer.
2. No olhar do povo
Brincam risos de criança.
Mãos se entrelaçam,
Recriando a confiança.
3. Livre canta o vento
Boa nova de amizade.
Brilha a paz na terra,
Nasce nova humanidade.

17. Postlúdio (enquanto saem os celebrantes)

 

Anúncios

Sobre ralk

Sou evangelizador, trabalho na Diocese de Blumenau nos setores de Comunicação e Ecumenismo.
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s