Arquivo do mês: setembro 2011

«Quem vos ouve é a Mim que ouve» – Santo Agostinho (354-430), bispo de Hipona (Norte de África) e doutor da Igreja

Alguém que ouvira o versículo «Oferece a Deus um sacrifício de louvor» (Sl 49,14), pensou: «Todos os dias, ao acordar, irei à igreja e aí entoarei um hino da manhã; ao final do dia, um hino da noite; e depois, … Continuar lendo

| Deixe um comentário

«Bendizei o Senhor todos os Seus anjos, que executais a Sua vontade» (Sl 102,20-21) – São Bernardo

Celebramos hoje a festa dos santos anjos. […] Mas que podemos dizer destes espíritos angélicos? Eis o que nos diz a fé: acreditamos que eles gozam da presença e da visão de Deus, que possuem uma felicidade sem fim, os … Continuar lendo

| Deixe um comentário

«O Filho do Homem não tem onde reclinar a cabeça» – Um companheiro de São Francisco de Assis (séc. XIII)

Ó Senhora Pobreza, o filho do Pai soberano enamorou-se da tua formosura (Sb 8,2) […], sabendo que serias a mais fiel das companheiras. Antes de Ele ter descido da sua pátria luminosa, foste tu quem lhe preparou um lugar conveniente, … Continuar lendo

| Deixe um comentário

Jesus dirigiu-Se resolutamente para Jerusalém – São Boaventura, franciscano, doutor da Igreja

Cristo é o caminho e a porta. Cristo é a escada e o veículo, […] e o sacramento escondido desde os séculos. Quem olha para este propiciatório de rosto plenamente voltado para Ele, contemplando-O suspenso na cruz com fé, esperança … Continuar lendo

| Deixe um comentário

«Quem não é contra vós é por vós» – Concílio Vaticano II

Em virtude da sua missão de iluminar o mundo inteiro com a mensagem de Cristo e de reunir sob um só Espírito todos os homens, de qualquer nação, raça ou cultura, a Igreja constitui um sinal daquela fraternidade que torna … Continuar lendo

| Deixe um comentário

Tal como Herodes, queremos ver a Jesus – São Pedro Crisólogo (c. 406-450)

O amor não admite não ver aquilo que ama. Não consideraram todos os santos ser pouca coisa aquilo que obtinham quando não viam a Deus? […] Por isso Moisés ousa dizer: «Se alcancei graça aos Teus olhos, revela-Me o Teu … Continuar lendo

| Deixe um comentário

O cobrador de impostos foi libertado para o Reino de Deus – Rupert de Deutz, monge beneditino

Mateus, o publicano, recebeu por alimento «o pão da vida e da inteligência» (Sir 15,3); e dessa mesma inteligência, fez em sua casa um grande banquete para o Senhor Jesus, pois tinha recebido uma graça abundante, em conformidade com o … Continuar lendo

| Deixe um comentário