«Escondeste estas coisas aos sábios e aos entendidos e as revelaste aos pequeninos» S. Vicente de Paulo

Se soubésseis, minhas filhas, o prazer que Deus tem ao ver que uma pobre rapariga da aldeia, uma pobre [religiosa] Filha da Caridade, se dirige a Ele com amor, agiríeis com mais confiança do que aquilo que posso aconselhar-vos. Se soubésseis quanta ciência aí aprendereis, quanto amor e doçura aí encontrareis! Aí encontrareis tudo, minhas queridas filhas, pois é essa a fonte e a origem de todas as ciências [de todo o conhecimento].

De onde vem aquilo que vedes: pessoas sem instrução que falam tão bem de Deus, que falam dos mistérios com mais inteligência do que o faria um doutor? Um doutor, que tem apenas a sua doutrina, fala de Deus conforme a sua ciência lhe ensinou; mas uma pessoa de oração fala d’Ele de uma maneira completamente diferente. E a diferença entre os dois, milhas filhas, reside em que um fala através de ciência adquirida e o outro através de uma ciência inata cheia de amor, de modo que o doutor não é, neste confronto, o mais instruído. E é preciso que ele se cale onde quer que esteja uma pessoa de oração, pois esta fala de Deus de uma maneira totalmente diferente da que ele usa.

São Vicente de Paulo (1581-1660), presbítero, fundador de comunidades religiosas
Conversas

Anúncios

Sobre ralk

Sou evangelizador, trabalho na Diocese de Blumenau nos setores de Comunicação e Ecumenismo.
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s