Inesquecível 07 de setembro

Segunda-feira, 06 de setembro, minha mãe precisava ir ao supermercado.

Meu pai, Gregório, 84 anos de idade, e minha mãe, 78, residem em Blumenau. Num apartamento razoável, na região do Bairro Velha,  sadiamente ”virando-se sozinhos”,  vivem, com certeza, os melhores dias da sua vida.

Mas quando se trata de fazer compras, eles têm mais dificuldades. Precisam de ajuda, o que, para mim, é sempre uma imensa alegria poder fazê-lo. Sei das lutas e sacrifícios que passaram para fazer crescer e preparar-se para a vida nada mais e nada menos do que onze filhos, quatro mulheres e sete homens. Sei que nada poderá pagar o amor e a dedicação que tiveram por nós. Todavia, penso que o melhor de tudo é vê-los também contentes e felizes, estarmos com eles, dar-lhes atenção, sempre que nos seja possível.

Pois bem, naquela segunda-feira, após termos feito as compras, convidei-os para, na terça, 7,  depois do almoço, irmos juntos fazer fotos de ipês amarelos floridos que, esbeltos, começam a surgir por toda a cidade de Blumenau e região. A resposta foi um “vamos” não muito entusiasmado.

Nesta manhã de terça-feira meu pai ligou-me. Trocamos algumas palavras e ele me disse: “Olha, a mãe quer conversar contigo”. Não imaginava o que ela tinha a dizer-me ou perguntar-me. Melhor, imaginava, sim. Quando alguém manifesta que tem algo a nos dizer, passam muitas coisas pela mente, até coisa não muito boa.

Logo depois da alegre e mútua saudação , porém, veio o lembrete: “Então, não vamos fazer fotos dos ipês floridos nesta tarde?” Na verdade, já tinha meu almoço encaminhado e não pensava que desejassem mesmo ir comigo capturar as imagens. Claro, com a insistência, aceitei imediatamente a proposta.

Acabamos juntos ao almoço, saboreando um peixe assado com pirão de farinha de mandioca. Lógico, havia alguns acompanhamentos, um copo de bom vinho tinto seco, por exemplo. Nada ruim!

Não tínhamos muito tempo para percorrer as ruas, em busca das bonitas flores. Meu pai e minha mãe fazem parte do Coral da Terceira Idade, iniciativa da Prefeitura de Blumenau, através da Secretaria de Assistência Soacial, e tinham apresentação às 16h.

Aproveitamos, no entanto, o tempo disponível. Ficamos mais na região do bairro Velha, Passo Manso e Itoupava Norte.

Valeu a experiência de realizarmos juntos aquela tarefa. O que, para mim,  contou não foi tanto o resultado, mas o interesseiro e interessante passeio. Embora o resultado não tenha sido tão modesto. Você pode conferir as imagens no site da Diocese de Blumenau, www.diocesedeblumenau.org.br Prestigie este nosso trabalho.

Anúncios

Sobre ralk

Sou evangelizador, trabalho na Diocese de Blumenau nos setores de Comunicação e Ecumenismo.
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Inesquecível 07 de setembro

  1. Rosangela disse:

    Olá Pe. Raul.

    VC É VERDADEIRAMENTE UM CAÇADOR DAS FLORES, COM IMAGENS MUITO LINDAS COMO OS IPÊS E AMOR PERFEITOS. ALÉM DO PREVILÉGIO DA COMPANHIA DA PRESENÇA ATIVA DE VOSSOS PAIS. ISSO É UM PRESENTE
    QUE ALÉM DE IMPORTANTE É VALIOSO NA VIDA QUE QUALQUER FILHO.
    VC É UM SER MUITO ABENÇOADO, MUITA LUZ.
    SAUDE E PAZ.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s